Duisy-Steel 18-10
Wednesday June 25th 2008, 11:09 pm
Filed under: Uncategorized

Caríssimos,

Esta experiência caminha a passos largos para o seu final, mas ainda não é tarde para partilhar convosco alguns dos momentos vividos nestes últimos tempos.

Assim, deixo-vos aqui dois vídeos e um textinho que dedico a uma das mais recentes (mas não menos importantes) aquisições na minha lista de amizades. Para ela vai também um “muito obrigado”, pelo facto de ter contribuído amplamente para o acontecimento de momentos que recordarei sempre com saudade e com um estúpido sorriso na tromba.

Duisy-Steel 18-10

(Não sei qual deles me tranca;

Qual me distrai mais do tempo:

Se o vento frio lá fora,

Se o calor que mói cá dentro.

Talvez seja o céu azul,

Que me ameaça em cinzento;

Ou a cor dos olhos dela…)

Ai se ela me visse agora

Como me viu num serão:

De timidez reprimida,

A cantar-lhe uma canção,

E a sacudir as penas

Com três acordes na mão.

Mas por vezes o Sol nasce

P’ra roubar vida aos sussurros.

Ela pescou sentimentos;

Os meus andavam aos murros.

E num segundo, lá fora,

Entre arvoredos e urros;

Nos olhos, vi-lhe cavalos;

Os lábios deram-me burros.

Não te escondas dos meus olhos luminosos!

Não prives os meus ouvidos do compasso dos teus pés!

Vem desenhar-me sorrisos e provar os meus segredos,

Com aquela colher de chá Duisy-Steel 18-10!

E eu vasculhei os arrumos,

Enquanto havia esperança;

Devorei os livros falsos,

Na estante da confiança;

Debatemos emoções,

Numa língua pouco clara;

E num beijo definido,

Colou-me o selo na cara.

Sou o amigo especial;

No teu peito, promovido.

Dou-te todo o meu vermelho;

Borrões de branco a pedido.

E ainda que me encerre

E me mostre aborrecido,

Sou teu amigo na medida de um possível desmedido.

Sou especial de corrida;

No teu peito, demolhado.

Dou-te o açúcar nos gestos

E na palavra o salgado.

Tenho um corpo volumoso

E um coração inchado,

Mas se me quiseres guardar,

Eu caibo em qualquer bocado.

Não te escondas dos meus olhos luminosos!

Não prives os meus ouvidos do compasso dos teus pés!

Vem desenhar-me sorrisos e provar os meus segredos,

Com aquela colher de chá Duisy-Steel 18-10!

JB

Beijos e abraços,

João

Share

2 Comments so far
Leave a comment

😀 assim…fenomenal

Comment by Joana 06.30.08 @ 11:56 pm

Bem é só para dizer que cantas muito bem e que o primeiro cd, tens d me oferecer 😉
Beijinhos grandes e ca te aguardo para beber um cafezito e meter a conversa em dia.
Beijinhos muito gandixxxxxxxxxxxx

Comment by Catarina 07.04.08 @ 6:38 pm



Leave a comment
Line and paragraph breaks automatic, e-mail address never displayed, HTML allowed: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

(required)

(required)