O sinaleiro

Estava um dia chovoso, os carros não paravam de percorrer a maior avenida da maior cidade  do planeta Escondido onde se encontrava o cruzamento mais complicado e perigoso, para quem, através de trasportes tinha de o percorrer. Num subito momento os semafores apagaram-se. Tinha ocorrido um curto circuito. Para resolver o problema na maior cidade do planeta Escondido foi chamada a policia. Era necessário um sinaleiro que fosse competente na tarefa de gerir o transito. Para tal feito o comandante do posto chamou o senhor Confuso. No seus quatro metros de altura e corpo de atleta o policia Confuso la deu inicio ao processo de controlo do trafego. Ja tenho muita experiencia diz ele gabado. Esta para vir que me consiga ensinar, conheço todos os truques. Olhava para o relogio e marcava cerca de dois minutos para cada rua. Dizia podem avançar, em frente. Passado um pouco levantava a mao esquerda e apitava. Mais dois minutos. Agora para a direita. Tudo isto se desenrolava de uma forma bastante certeira e rápida. Frente, esquerda, direita, tras. O dia chegou ao fim e os semafores foram compostos. Chega ao posto da policia e mais uma vez nao deixa o seu merito passar despercebido e conta o magnifico trabalho que efectuou. Todos o felecitam, mas um outro policia pergunta: Não ficaste confuso,desorientado com tantas orientações que tiveste que dar? Não diz ele gabado. Mas não reparaste que tava a chover e agora vais ficar constipado! frisa o amigo. Talvez o policia Confuso não tenha se apercebido da chuva na ansia de fazer um trabalho efeciente, talvez dizer tantas vezes: direira,esquerda,frente,tras o tenha feito esquecer da chuva ao ponto de poder ficar doente.O seu amigo talvez não cometesse o mesmo erro. Por vezes a esquerda,direita,frente,tras se possa confundir com ver,cheirar,ouvir,tocar, ou seja, com os sentidos mas agora do ser humano e nao do transito. Talvez se o policia Confuso tivesse menos atento ao seu trabalho não ficasse doente. Muitas das vezes os sentidos escondem a realidade e deixam as pessoas confusas.  

Share

Leave a Reply