Funções do Trato Vocal

  • Respiração

Durante a respiração tranquila, o adito da laringe, o vestíbulo, a rima do vestíbulo e a rima da glote ficam abertos. As cartilagens aritenoideas são abduzidas e a rima da glote assume a forma triangular. Durante a inspiração forçada, as cartilagens aritenoideas são rodadas lateralmente, sobretudo por acção dos músculos cricoaritnoideos posteriores. Como resultado as pregas vocais são abduzidas, e a rima da glote alarga-se até assumir a forma rombóide, o que efetivamente aumenta o diâmetro da passagem aérea da laringe.

  • Fonação

Na fonação, as cartilagens aritenoideas e as pregas vocais são aduzidas e o ar é forçado através da rima da glote fechada. Esta acção faz com que as pregas vocais vibrem entre si e produzam sons, que podem então ser modificados pelas partes mais altas das vias aéreas e a cavidade oral. A tensão nas pregas vocais pode ser ajustada pelos músculos vocais e cricotiroideos.

  • Deglutição

Durante a deglutição, a rima da glote, a rima do vestíbulo e o vestíbulo fecham-se e o adito da laringe estreita-se. A laringe movimenta-se para cima e para a frente. Esta ação faz com que a epiglote oscule para baixo e em direcção às cartilagens aritenóideas e efetivamente estreite ou feche o adito da laringe. O movimento da laringe para cima e para a frente também abre o esófago, que está fixo na parede posterior da lâmina da cartilagem cricoidea. Todas estas ações, em conjunto, impedem sólidos e líquidos de entrar nas vias respiratórias e facilitam o seu fluxo através das valéculas epiglóticas rumo à entrada do esófago.

Share
Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário


NOTA - Você pode usar estesHTML Tags e atributos:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>