Laringe

A laringe é um esfíncter elaborado da via respiratória inferior que proporciona um mecanismo para a produção de sons. Os ajustes do tamanho da cavidade central da laringe decorrem de alterações nas dimensões da rima da glote, da rima do vestíbulo, do vestíbulo e do adito da laringe. Estas alterações decorrem de ações musculares e da mecânica laríngea.

O fecho da laringe em esforço ocorre quando o ar é retirado na cavidade torácica para estabilizar o tronco, por exemplo, durante o levantamento de pesos ou como parte do mecanismo para aumentar a pressão intra-abdominal. Durante o fecho em esforço, a rima da glote fica completamente fechada, assim como a rima do vestíbulo. O resultado é o fecho súbito e forçado das vias aéreas.

A laringe é uma estrutura musculo-ligamentosa com armação cartilagínea que tampa a via respiratória inferior, no entanto, é também um órgão com função de produzir som.

É composta por:

  • três cartilagens ímpares (cricóidea, tireóidea e epiglote)
  • três pares de cartilagens menores (artinóideas, corniculada e cuneiforme)
  • uma membrana fibroelástica e numerosos músculos intrínsecos

A laringe fica suspensa no osso hióide e inserida na traqueia, por membranas e ligamentos. É altamente móvel no pescoço e pode ser movimentada para cima e para baixo, para a frente e para trás pela ação de músculos extrínsecos que se inserem na própria laringe ou no osso hioide.

Durante a deglutição, os movimentos vigorosos para cima e para a frente da laringe facilitam o fecho do adicto da laringe e a abertura do esófago.

  • Articulações cricotireóideas: As articulações cricotireodeas possibilitam que a cartilagem tireoídea se movimente para a frente e incline-se para baixo, na articulação cricóidea. Como os ligamentos vocais passam entre a parte posterior do ângulo tireóideo e as cartilagens aritenoideas assentam-se na lâmina da cartilagem cricóidea, o movimento para a frente e a rotação para baixo da cartilagem tireoidea na cartilagem cricóidea efectivamente alonga e tensiona os ligamentos vocais.
  • Articulações cricoaritenóideas: As articulações cricoaritenóideas entre as facetas articulares nas faces supero-lateriais de cartilagem cricóidea e as bases das cartilagens aritenóideas possibilitam que as cartilagens aritnóideas se afastem, deslizando, ou se dirijam uma para a outra e rodem, para que os processos vocais façam um movimento de giro em torno de um pivô, aproximando-se ou afastando-se da linha média. Estes movimentos abduzem ou aduzem os ligamentos vocais.

Lubrificação das pregas vocais

É feita pelo muco secretado nos sáculos da laringe (extensão tubular alongada de cada ventrículo laríngeo).

http://pt.wikipedia.org/wiki/Glote

Share
Deixe um Comentário

0 Comentários.

Deixe um Comentário


NOTA - Você pode usar estesHTML Tags e atributos:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>