Direcção de Obras

Responsabilidade dos Engenheiros: 

Negligencia profissional;

Missão do Director de Obra

Análise Probabilística do Planeamento:

Probabilidades de duração das obras.

Duração pessimista, média e optimista.

Relação entre custos e duração.

 

Tarefas do director de obra:

Subempreiteiros;

Materiais;

Mão de Obra;

Equipamento;

Planeamento – Organização – Controle;

Intervenientes nas obras;

Estruturas de direcção de obras;

Actividades diárias, semanais e mensais.

 

Métodos construtivos de viadutos:

Cimbre ao solo;

Suspensão da cofragem;

Lançamento;

Avanços sucessivos;

Pré-fabricação;

Procedimentos de segurança.

 

Pré-fabricação:

Estrutural e arquitectónica;

Ligações;

Modelos de projecto;

Viadutos;

Obras públicas;

Estruturas provisórias;

Modulação, tolerâncias, dimensões;

Cálculo;

Fases de pré-fabricação;

Utilização de tensões de serviço;

Deslizamento e cisalhamento;

Deformação;

Organização da pré-fabricação.

 

Legislação em vigor na área da segurança na construção:

DL 273/03;

Directiva comunitária 57/92;

Competências da coordenação de segurança na construção;

Diferenças entre técnicos de SST e coordenadores de segurança;

Coordenação de segurança em especialidades.

Processo de elaboração da prevenção na construção;

Responsabilidades dos intervenientes;

A intervenção dos coordenadores;

significado e alcance da coordenação;

Projecto de competências e de qualificações para o exercício da coordenação da segurança.

 

Custos da prevenção:

Custos de acidentes;

Critérios de avaliação;

Situações optimistas e pessimistas;

Custos de mão obra;

Custos de equipamentos, materiais;

 

Análise do planeamento da segurança na construção:

Método de gestão de risco;

Avaliação de risco;

Picos de risco;

Custos de prevenção versus custos de acidentes esperados.

 

Exemplos de planos de segurança na construção:

Índices;

Três fases do PSS;

Definição de caracterização da obra, projecto/plano e compilação técnica;

Aplicação destes métodos nas fases de projecto e de obra;

Fichas de segurança;

Importância da participação dos trabalhadores;

Definição de condições para ocorrência de acidentes.

 

Formação de trabalhadores:

Organização Internacional do Trabalho;

Modelos de formação dos trabalhadores;

A liderança de recursos humanos na segurança da construção.

Coordenação da segurança na Europa:

Modelos de gestão com base na participação, na formação, nas normas e no plano de segurança.

 

Teoria de valor:

Inflação, taxa de juro/capital, taxa de juro real;

Análise de investimentos;

Aproximações lineares e não lineares. expressões com uma e com duas variáveis;

Teoria da decisão, ambientes de decisão, critérios de análise, árvores de decisão; 

 

Liderança;

 

Organização de empresas de construção:

Esquemas matriciais, funcionais e porgramáticas.

Share
0 Comments